2010

 2010 ano novo, vida nova!

Parte 3

 - Mãe!!!

 - Que?

 - Me impresta uma roupa?

 - Mas, minha filha seu guarda-roupa tá cheio de roupas.Porque quer as minhas?

Cara, mãe não entende mesmo a gente né? Até parece que elas não conhecem a gente. O guarda-roupa pode ter um milhão de roupas se não tiver uma roupa nova pra nós tá vazio!

 - Mãe, eu quero uma roupa diferente! Não esse monte de pano de chão pendurado no cabide.

 - Filha!

 - Ah, quer saber?  Não precisa mais não, vlw.

Elas fazem de tudo pra não ajudar a gente nessas horas... Já sei!Eu vou pegar um pano de chão(roupas do guarda-roupa) e vou dar um trato nele.

Tá legal deixa eu ver... Essa calça jeans preta vai ficar legal com aquela blusinha vermelha...

De blusa de manga ela virou tomara-que-caia e a calça, bom... na calça eu coloquei umas correntinhas velhas que eu usava como um cordão grande e com muitas camadas, mais saiu de moda então eu joguei no fundo do guarda roupa.

Nos pés eu vou usar minha melissa preta de veludo.

Terça - Feira: AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH É HOJE!!!

 

2010

 2010 ano novo, vida nova!

Parte 2

O que é que eu vou fazer agora?! Sem telefone, sem celular, sem internet e sem amigas por perto. Eu devia ter ido para uma colônia de férias do tipo regime militar.

Já sei! Vou na rua.Você deve estar se perguntando: Fazer o que? Mas acontece que eu também não sei.

 - Mãe, Pai. Vou na rua.

 - Tá.

Caramba nem me perguntaram o que eu ia fazer, tá eu já sei o que você deve estar pensando..."Mas você ia dizer o que pra eles se nem você sabe para a onde vai e blá, blá, blá e blá, blá, blá."

Cara, olha só como eu estou vestida! Nem acredito que eu tô na rua vestida assim! Tomara que ninguém que eu conheça me veja neste estado.Ah é quase me esqueci tá todo mundo viajando, só eu fiquei pra titia.

Sabe o que eu posso fazer? Eu posso... Tá legal! Vocês venceram! Eu devo estar pirando. Não sei nem o que eu estou fazendo.

Aqui estou eu. Sentada no banco da praça, em plenas 2:00 da tarde, sem nada pra fazer.

 - Oi.

Perai, eu conheço essa voz...

- Não vai falar comigo?

Eu me viro e... NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOO!!!!!! O cara mais gato do colégio não foi viajar e justo na primeira vez que ele me nota, nem que seja por um segundo, ele me encontra neste estado!

 - Oi.

 - Puxa, até que em fim você falou uma palavrinha.

 - Pois é.

O que ta acontecendo comigo? porque eu não consigo pensar em alguma coisinha interessante pra falar? Desse jeito ele vai desistir de falar comigo.

  - Pois é. Bom, eu tava passando por aqui e vi você sentada aí sem fazer nada... Reconheci você.Estuda no mesmo colégio que eu, né?

 - No mesmo colégio, na mesma série, na mesma turma...

 - Puxa, vocês garotas reparam em tudo.

Não idiota(lindo) são vocês garotos que são desatentos.

 - Verdade...

 - Não leve a mal a pergunta mas...Você tem alguma coisa pra fazer na terça de noite?

AHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!

 - Na terça?

 - É

 - Não, porque?

Desculpa mas eu tinha que perguntar "porque?"

 - É que vai rolar uma festona na terça, maior galera vai.Você vai?

Droga.

 - Não me convidaram...

 - Como não? Eu tô te convidando.

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!

 - Sério?

 - Sério.Porque?

 - Nunca tinham feito isso comigo.Assim como você as pessoas costumam não me notar.

Eu tive que admitir, derrotada.

 - Chato isso,né? Mais então vamos mudar um pouco a situação.

O que ele tá pegando no bolso?

 - Toma, esse é o endereço da festa aparece lá às sete.

 - Tá bom.

 - Te vejo lá então.

Não acreditooo! Bernardo, o cara mais gato do colegio falou comigo! Melhor! Me chamou pra sair!!!!!!!!! As meninas nem vão acreditar quando eu contar, eu vou ter que tirar umas fotos pra provar pra elas que é verdade. AHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!

Em casa... : Cara, eu ainda to meio grogue...

 - Bendito tédio, Benditas férias chatas, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigadaaaaaaaaa!!!!

 - Mudou de idéia sobre as suas férias, querida.

 - Mudei mãe, essas são as melhores férias da minha vida!!!!!!!!!

Caramba eu tenho que escolher uma roupa, vou correndo pra o meu quarto... Na correria

Que? Não! Droga, droga, droga, drogaaaaaaaaaa!

 - EU NÃO TENHO ROUPA PRA FESTA DE TERÇAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

                                                                                                                                                                                              Continua...


2010

 2010 ano novo, vida nova!

É, 2010 chegou! Férias super chatas; todas as suas amigas estão viajando para praias lindas, cidades tudo de bom e você tem que ficar em casa com a sua linda, bela e tediosamente tediosa família.

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH, meu Deus eu vou morrer da síndrome do tédio! Não tem nada mais chato que ficar sozinha..., a foi mal sozinha não porque tem o meu irmão mais novo Caio aqui pra me fazer chorar, se você tá pensando que é chorar de rir, rsrsrs, se enganou ele me faz chorar de RAIVA. Minha vida tá meio, meio não muito, muito, muuuuito chata. mas o que eu posso fazer a respeito? Pode deixar que eu respondo para você.R.= NADA!!!!!

Aqui estou eu, deitada na minha cama de solteiro, abraçada com um urso de pelúcia velho, no meu quarto, olhando para o meu teto manchado por causa do encanamento, pensando na vida.

P.S. O som esta ligado no volume máximo e o interfone não para de tocar[reclamações]. Os moradores reclamam com a minha mãe e ela reclama comigo. Quando a vida quer ser um saco ela é! Meu nome é Mariana e esta é a história da minha vida.

Tá bom eu exagerei. Mas a minha vida já foi bem melhor.

Segunda-Feira: Toca telefone, toca telefone, tocaaaaaaaaa!!!!

Caramba, algém tem que me ligar. De que serve o telefone se ninguém liga pra gente? Acho que eu tô começando a enlouquecer. Minha mãe disse que é pra eu dar um tempo dessa paranóia. Mas acontece que eu já dei tempo demais.Eu não aguento mais dar tempo.

" Triiiiiiiiiiiiim, Triiiiiiiiiiiim "

Não acredito!!!! É o telefone!!

 - Alô?

 - Estamos ligando para informar que a conta telefônica não foi paga e estaremos cancelando a sua linha dentro de 24 h. Obrigada.

Que???Como assim vão cancelar o telefone?! Nãoooo eles não podemmm!

 - Mããããããããããeee!!!!!!!!!

 - Fala amor...

 - Mãe, como você teve coragem de fazer isso comigo?!

 - Fazer o que? Porque você tá tão nervosa? E para de gritar comigo menina, mais respeito!

 Mães! ai, ai...

 - Você não pagou o telefone!!! Porque?

 - Você sabe muito bem que não sou eu que pago o telefone é o seu pai vai reclamar com ele.

 - Paaaaaaaaaaaaaaaaaaaaiii!!!!!!!

 - Que é?

 - Pai, como você teve coragem de fazer isso comigo?!

 - Fazer o que? Porque você tá tão nervosa? E para de gritar comigo menina, mais respeito!

Mais o que que é isso? Bando de "maria-vai-com-as-outras"!

 - Porque diabos você não pagou o telefone?

 - Ora! Você sabe muito bem que não sou eu que pago o telefone é a sua mãe vai reclamar com ela.

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!

 - Inferno!

 - Olha a boca! Você não tá na sua casa não!

 - Pai!

 - Que?

 - Eu tô em casa sim!

Eu achava que era eu que estava pirando mais acabei de mudar de idéia.

Socorro eu preciso arrumar um celular.

                                                                                                                                                                                               Continua...

Volta á ativa

   Volta à ativa

Carambaaaaaa, faz muito tempo que eu não venho postar alguma coisa neste blog, minha conta tinha sido até desativada. rsrsrs

Sabe pra falar a verdade eu nem sei direito porque eu voltei a escrever aqui, acho que é porque é inicio de ano e vocês sabem né, ano novo, vida nova, essas coisas.

Axo que vou voltar a escrever histórias novas...

Bom, por enquanto é só isso.

Beijos galera.

oi pessoal que visita o meu blog...

para todos os curiosos aí vai uma foto minha.

bjks♥

Mas Viveremos

        Mas viveremos

 

Já não há mãos dadas no mundo.

Elas agora viajarão sozinhas.

Sem o fogo dos velhos contatos,

que ardia por dentro e dava coragem.

Desfeito o abraço que me permitia,

homem da roça, percorrer a estepe,

sentir o negro, dormir a teu lado,

irmão chinês, mexicano ou báltico.

Já não olharei sobre o oceano

para decifrar no céu noturno

uma estrela vermelha, pura e trágica,

e seus raios de glória e esperança.

Já não distinguirei, na voz do vento

(Trabalhadores, uni-vos...) a mensagem

que ensinava a esperar, a combater,

a calar, desprezar e ter amor.

Há mais de vinte anos caminhávamos

sem nos vermos, de longe, disfarçados,

mas a um grito, no escuro, respondia

outro grito, outro homem, outra certeza.

Muitas vezes julgamos ver a aurora

e sua rosa de fogo à nossa frente.

Era apenas, na noite, uma fogueira.

Voltava a noite, mais noite, mais completa.

E que dificuldade de falar!

Nem palavras nem códigos: apenas

montanhas e montanhas e montanhas

oceanos e oceanos e oceanos.

Mas um livro, por baixo do colchão

era súbito um beijo, uma carícia,

uma paz sobre o corpo se alastrando,

e teu retrato, amigo, consolava.

Pois às vezes nem isso. Nada tínhamos

a não ser estas chagas pelas pernas,

este frio, esta ilha, este presídio,

este insulto, este cuspo, esta confiança.

No mar estava escrita uma cidade,

no campo ela crescia, na lagoa,

no pátio negro, em tudo onde pisasse

alguém, se desenhava tua imagem,

teu brilho, tuas pontas, teu império

e teu sangue e teu bafo e tua pálpebra,

estrela: cada um te possuía.

Era inútil queimar-te, cintilavas.

Hoje quedamos sós. Em toda parte,

somos muitos e sós. Eu, como os outros.

Já não sei se vossos nomes nem vos olho

na boca, onde a palavra se calou.

Voltamos a viver na solidão,

temos de agir na linha do gasômetro,

do bar, da nossa rua: prisioneiros

de uma cidade estreita e sem ventanas.

Mas viveremos. A dor foi esquecida

nos combates de rua, entre destroços.

Toda melancolia dissipou-se

em sol, em sangue, em vozes de protesto.

Já não cultivamos amargura

nem sabemos sofrer. Já dominamos

essa matéria escura, já nos vemos

em plena força de homens libertados.

Pouco importa os dedos se desliguem

e não se escrevam cartas nem se taçam

sinais da praia ao rubro couraçado.

Ele chegará, ele viaja o mundo.

 

E ganhará enfim todos os portos,

avião sem bombas entre Natal e China,

petróleo, flores, crianças estudando,

beijo de moça, trigo e sol nascendo.

Ele caminhará nas avenidas,

entrará nas casas, abolirá os mortos.

Ele viaja sempre, esse navio,

Essa rosa, esse canto, essa palavra.

( Carlos Drummond de Andrade )

 

 

<!DOCTYPE HTML PUBLIC "-//W3C//DTD HTML 4.0 Transitional//EN">

<html>
<head>
 <title>LOVETESTES .:. O portal de testes da revista LOVETEEN</title>
</head>

<body onLoad="parent.window.focus()">


<link href="http://loveteen.abril.com.br/code/estilo.css" rel="stylesheet" type="text/css" media="screen" />
<div class="bgi_01">&nbsp;</div>
<div class="bgi_02">
 <div class="titulo"><P>Com que idade você combina?</P></div>
 <div class="result"><p>Mulher</p></div>
 <div class="texto">
  Você é segura e lida bem com suas emoções e conflitos do dia-a-dia. Prática e objetiva, sabe o que quer e trilha os caminhos certos para conseguir. Você assume seus defeitos sem necessidade de culpar os outros. Gosta de se questionar para se conhecer melhor e crescer. Está preparada para um relacionamento mais sério, com um cara um pouco mais velho. Os meninos da mesma idade normalmente são mais infantis do que você e não vão satisfazê-la. <br>&nbsp;
 </div>
</div>
<div class="bgi_03">&nbsp;</div>


<br />
<div class="texto" style="color:#999">Clique com o botão da direita, escolha a opção <strong>Exibir código fonte</strong> e cole o código no seu blog</div>

</body>
</html>

Nada como amar

Nada como o seu carinho,

nada como o seu abraço,

nada como o seu beijo,

nada como o seu amasso,

 

Nada como amar

Não existe amizade sem amigos,

não existe vida sem cor,

Não exixte dança sem musica,

Sem você não existe amor.

 

Nada como amar

Nada como amar o mundo,

nada como amar a vida,

nada como amar a arte,

nada como amar você,

 

Nada como simplesmente amar!

"Nesse momento há 6 bilhões, 470 milhões, 818 mil, 671 pessoas no mundo.
Algumas estão fugindo assustadas.
Algumas estão voltando pra casa.
Algumas dizem mentiras pra suportar o dia.
Outras estão somente agora enfrentando a verdade.
Alguns são maus indo contra o bem.
E alguns são bons lutando contra o mal.
Seis bilhões de pessoas no mundo,
Seis bilhões de almas...
E às vezes tudo que nós precisamos é apenas uma."

Recebi um desafio! :)

1 – Agarrar o livro mais próximo;
2 – Abrir na página 161;
3 – Procurar a quinta frase completa;
4 – Colocar a frase no blog;
5 – Repassar para cinco pessoas.

"Em amor a imaginação é tudo, é ardendo em chamas, é voando nas asas de seus delírios, que o mancebo se faz poeta por amor."
A Moreninha.

repassando :
1-  www.bateuasasevoou.blogspot.com
2- www.timeofmylife-bruuh.blogspot.com
3- www.at-afternoon.blogspot.com
4- www.palavrasdelicadas.blogspot.com
5- www.pinkplof.zip.net

                                                                                                           Boca Livre

                                                                 

 

                                                                                             Era só  que faltava...

                                                                                  não posso me olhar no espelho

                                                                                          Maldito dentista!

                                                                                           Maldito aparelho!

                                                                                     minha boca mais pareçe

                                                                                      o focinho de um coelho...

                                                                                        bicho dentuço,danado

                                                                                      beiço de arame farpado

                                                                                           um idiota perfeito

                                                                                 Quase morro de vergonha

                                                                               com essa cara de fedelho!

                                                                                   maldito dentista!

                                                                                   maldito aparelho!

                                                                       como é que eu faço agora para

                                                                            pra beijar uma menina?

                                                                          como é que eu faço agora

                                                                            pra chupar uma mexerica?                                                                         

                                                                             como que eu faço agora

                                                                              pra jogar guspe a distância? 

                                                                                   maldito dentista!

                                                                                   maldito aparelho!

                                                                                             valeu!

                                                                                             valeu!

                                                                                   dizei-me agora

                                                                                   espelho espelho meu

                                                                                    existe um sorriso

                                                                                    mais super,

                                                                                    mais híper,

                                                                        mais lindo do que o meu?

                                                                           bendito sacrifício!

                                                                           bentido sofrimento!

                                                                         meu adorado dentista!

                                                                        meu querido aparelho!

                                                                          

Para quem gosta de ler:

Aqui estão algumas sugestões de livros para você que é pré-adolescente/adolescente:

Gatos, fios-dentais e amassos. De Louise Rennison.Editora Rocco.

Fala sério, amor!. De Thalita Rebouças. Editora Rocco.

Fala sério, mãe!. De Thalita Rebouças. Editora Rocco.

Fala sério, professor!.De Thalita Rebouças. Editora Rocco.

Fala sério, amiga!.De Thalita Rebouças. Editora Rocco.

Tudo por um pop star.De Thalita Rebouças. Editora Rocco.

Tudo por um namorado.De Thalita Rebouças. Editora Rocco.

Traição entre amigas.De Thalita Rebouças. Editora Rocco.

Leia também a revista Atrevida.Pode ser encontrada em todas as bancas de jornais e revistas.

                                                                                                     Conto ou não conto?

                                                                                                              Parte 4

Na festa:

Estávamos eu,Juliana,Fabi e Carla num canto da casa conversando quando um menino lindo,alto,moreno e tudu mais que um menino tem que ter para ser perfeito e pede para dançar comigo, eu como não sou burra aceitei.

Cara falando sério agora o que deu nesse menino para ele querer dançar comigo?O que ele viu em mim?

Era uma música meio lenta, ele perguntou meu nome e eu respondi:

- Meu nome é alinny,e o seu qual é?

- Meu nome é Gustavo.

Aiiiiiiiii,isso é mais que d+!O cara é lindo,nem me conheçe e pede para dançar comigo,pode ter sidu um amor a primeira vista.Ai,meu deus o que é que eu estou pensando heim?

A música de um pouco lenta passou para romântica, nós estavámos abraçados dançando quando ele me olhou nos olhos(aí...pintou aquele clima)ele me beijou!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Uau! O cara mais lindo da festa(bom,no meu ponto de vista) me beijou!

Quando a música acabou eu fui atrás das minhas amigas eu contei a elas o que havia acontecido,mas não era o bastante eu senti que o que era serto a fazer era contar a minha mãe.

Fui lá fora tomar um ar e eu estava pensando sobre o felipe, quando minhas amigas apareceram dizendo que a Carla estava passando mal e Juliana tinha que levá-la para casa.

Eu disse:

- Tá,mas você aproveita e me deixa em casa?

- "Falô".

- Vou só me despedir de uma pessoa e já volto.

E lá fui eu me despedir do Gustavo, quando cheguei até ele eu disse:

- Eu "tô" indo minha amiga não está se sentinho bem.

- Tá legal.

- A gente se vê por aí.

Nisso que eu ia virando ele me deu um celinho,e eu sorri para ele.

Quando cheguei em casa contei tudo numa boa para minha mãe e ela reagiu super bem.

Em relação ao Felipe e ao Gustavo,eu vou deixar rolar.

Moral da História:

Por mais que você sinta medo conte tudo para sua mãe ela é a única pessoa em que você pode confiar, contar tudo pra ela não é errado e sim o mais certo à fazer!

oi oi pessoal que visita o meu blog

Bom... eu não postei mais mensagens esse tempo todo porque meu computador estava com vírus sabem como é...

 

                                                                                    Conto ou não conto?

                                                                                               Parte 3

Estou no meu quarto deitada na cama olhando para o teto tentando entender o sentido da vida quando meu irmão caçula o pedrinho entra no quarto, rouba meu diário e sai correndo pela casa eu fui atrás dele,nisso o telefone toca quando eu atendo é a Juliana:

- Oi, vai rolar uma festa a fantasia na casa da Lívia e você foi convidada.

- Pode contar comigo.

- Legal então.

- Vem aqui me ajudar a fazer uma fantasia.

- Tá tô indo pra ai.

- Tchau.

- Tchau.

Ela demorou uns vinte minutos pra chegar quando ela chegou fomos para o quarto planejar a minha fantasia.

Ela disse:

- Porque você não vai de sanduiche recheado?

- Porque eu não tô afim de ser zuada pelo colegio todo.

- Eu vou de super-girl.

- Eu tô pensando em ir de mulher gata.

- Boa idéia.

- Vamos alugar a fantasia então

- Tá de lá eu vou pra casa porque falta 1:00 hora para a festa.

-Tá.

Nós fomos lá, alugamos as fantasias e nos arrumamos.Vocês devem estar achando que eu esqueci de pegar o meu diário né? Mas eu não esqueci lembrei que meu irmão não sabe ler.

Juliana veio me buscar para ir para a festa de carro e nós fomos.

 

                                                                               Conto ou não conto?

                                                                                          Parte 2

Mas e vocês meninas,no meu lugar o que fariam?

-Olha Alinny quando eu perdi a BV(boca virgem)eu não contei para minha mãe.-disse Lívia,minha amiga-

-Eu também não contei!-disse Juliana-

Decidi então não contar para minha mãe,no começo foi difícil olhar para ela e não dizer nada, mas eu superei. Algumas semanas depois nós ficamos de novo...,e de novo... e de novo; nós estamos quase namorando.

Hoje tem festa na rua e nós combinamos de ficar na pracinha.Eu fui na frente para dar tempo.Estava nervosa o que não costuma acontecer.Quando eu cheguei na pracinha ele estava lá lindo me esperando.Eu cheguei, sentei,nós conversamos e nos beijamos muito.

No meio da nossa ficada eu abro os olhos e vejo minha mãe chegando,ela está virando a esquina;então paro e digo:

-Felipe, rápido! Vai embora, se esconde, faça qualquer coisa,mas não deixe ela te ver!

Felipe sem entender nada saiu correndo. Eu para disfarçar fui cumprimentá-la. Depois desse sufoco eu fiquei mais decidida ainda a contar a verdade pra minha mãe.

Mais tarde eu reencontrei o Felipe e me desculpei,depois de explicar o que havia acontecido nós rimos muito da situação.

me despedi e fui embora refletindo sobre o acontecido.

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, FLAMENGO, Mulher, de 12 a 15 anos, Portuguese, English, Música, Moda, livros
Outro - 67

O que é isto?
Visitante número: